Guerra no Afeganistão. Jovem utilizado para ataque suicida

por RTP

Um ataque suicida, a leste do Afeganistão, provocou, pelo menos, cinco mortos e 40 feridos. Um jovem de 13 anos entrou a pé num casamento e detonou vários explosivos.

"Esta manhã, às 8:00 locais (3:30 em Lisboa), um suicida fez-se explodir numa cerimónia de casamento, no distrito de Pachiragam", afirmou o porta-voz do governo de Nangarhar, Attaullah Khugyani.

O ataque ocorreu na casa de um comandante da milícia pró-governo, na província de Nangarhar, a leste do Afeganistão.

De acordo com as autoridades locais, o jovem tinha sido utilizado para atacar o comandante, Malik Toor.

“Entende-se que Toor era provavelmente o alvo”, afirma o porta-voz da polícia, Fayz Mohammad Babarkhil. “Como resultado, cinco mortos, mais de 40 feridos”.

A explosão acontece dias depois da tentativa de negociações de paz - lideradas pelos Estados Unidos - entre o Governo afegão e os talibãs. Apesar da tentativa de paz, a guerra entre os movimentos talibãs e as forças de segurança afegãs continua.

No último mês, os militares talibãs mataram, pelo menos, 26 membros da milícia pró-governo, a norte do Afeganistão.

Até agora, os Talibãs não assumiram quaisquer responsabilidades pelo atentado.