Hong Kong. Milhares de pessoas desafiaram a proibição da polícia e saíram às ruas em protesto

por RTP

Milhares de pessoas desafiaram a proibição da polícia e saíram às ruas de Hong Kong. As autoridades recorreram a canhões de água e gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes pró-democracia que atiravam coquetéis molotov contra o edifício do governo.

A polícia tinha recusado o pedido da Frente Civil dos Direitos Humanos para realizar uma marcha.

Os protestos começaram junto à embaixada do Reino Unido, numa tentativa de encontrar apoio internacional.

Várias estações de metro foram vandalizadas, numa tentativa de bloquear a circulação.

Os protestos começaram em junho, a pretexto da lei de extradição para China, mas que foi entretanto revogada.