Instituições portuguesas formam em Luanda mais de 650 professores angolanos

| Mundo

Mais de 650 professores angolanos estão a ser capacitados em Luanda pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Escola Superior Pedagógica de Setúbal no âmbito da terceira fase do Projeto de Aprendizagem para Todos (PAT), que as duas instituições portuguesas promovem desde 2016.

A informação foi transmitida hoje pelo secretário de Estado para o Ensino Técnico Profissional de Angola, Jesus Batista, quando discursava na abertura deste ciclo de formação contínua aos professores.

De acordo com o governante, a "existência de professores qualificados para o competente exercício da função docente" passa pela "aposta na sua formação, de modo a que realmente existam mudanças na sala de aula e, consequentemente, na qualidade de ensino".

Segundo Jesus Batista, desde Outubro de 2016, que o ministério da Educação de Angola trabalha em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian e o apoio técnico-metodológico da Escola Superior Pedagógica de Setúbal no desenvolvimento e implementação do PAT.

"O quadro atual em que vivemos exige do professor níveis crescentes de competência e profissionalismo, formação que auxilia o auxilia a refletir sobre as suas práticas como verdadeiros profissionais da ação docente", indicou.

Mas, observou, "acima de tudo, formação para dar segurança aos profissionais que encetam o processo de mudança de modo a que possam conscientemente sustentar as inovações que ele implica".

"Assim, hoje, presenciar a abertura da 3.ª fase de formação para qual foram selecionados criteriosamente formadores das escolas de magistérios para serem capacitados sobre os modos de diferenciação pedagógica volume II e Educação Especial", concluiu.

Tópicos:

Pedagógica, Projeto,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes.

    Em entrevista à RTP, o paquistanês Ahmad Nawaz recorda o ataque de 2014 a uma escola de Peshawar.

    Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.