Irão executa quatro pessoas acusadas de trabalhar para a Mossad israelita

por Lusa
Reuters

As autoridades iranianas executaram hoje quatro pessoas acusadas de trabalhar para os serviços secretos Mossad de Israel, noticiou a agência noticiosa estatal IRNA.

A IRNA disse que a poderosa Guarda Revolucionária do país anunciou a detenção de uma rede de pessoas ligadas à agência israelita.

"Esta manhã, as sentenças contra quatro dos principais membros do grupo de bandidos ligados aos serviços secretos do regime sionista [Israel] foram executados, indicou a agência do poder judiciário Mizan Online, citada pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Os membros daquela rede roubaram e destruíram propriedade privada e pública e raptaram indivíduos e os interrogaram, acrescentou a IRNA, de acordo com a qual, o grupo tinha armas e recebia salários da Mossad, sob a forma de criptomoedas.

Israel e o Irão são inimigos regionais.

A IRNA, citada pela agência de notícias Associated Press (AP), identificou os presos executados como Hossein Ordukhanzadeh, Shahin Imani Mahmudabadi, Milad Ashrafi e Manuchehr Shahbandi.

EJ // PJA

Lusa/Fim

pub