Israel ameaça guerra contra Gaza por causa de papagaios e balões

| Mundo

Na quarta-feira, os balões e papagaios provocaram 19 incêndios
|

As Forças de Defesa de Israel informaram o Hamas de que vão colocar lançar uma grande ação militar caso não parem os ataques incendiários com papagaios e balões que têm ocorrido a partir da Faixa de Gaza.

O Hamas, que controla a Faixa de Gaza, tem colocado no ar balões e papagaios com explosivos que têm provocado inúmeros incêndios no sul de Israel. Como consequência, milhares de hectares já foram queimados e os danos em shekels, moeda israelita, já vão em milhões.

Na passada segunda-feira, Israel anunciou que iria encerrar a passagem na fronteira de Kerem Shalom – a principal passagem de mercadorias comerciais para a Faixa de Gaza – como resposta aos ataques.

Afirmaram, no entanto, que iriam continuar a permitir a passagem de ajuda humanitária, tal como comida e medicamentos, apesar de ser necessária uma autorização especial.


Israel tem, até agora, evitado tomar medidas em relação aos ataques. No entanto, a pressão política exercida sobre as Forças de Defesa israelitas devido aos prejuízos económicos e danos psicológicos causados pelas explosões e incêndios deu origem à recente ameaça, que foi transmitida à Palestina através de um intermediário.

De acordo com o diário israelira Haaretz, o Exército não acredita, porém, que um ataque militar seja a melhor solução pois dará início a uma guerra duradoura.Na quarta-feira, os balões e papagaios provocaram 19 incêndios.

As IDF temem também que, ao dividir a atenção entre as hostilidades na Faixa de Gaza e os conflitos que estão a decorrer a norte do país, a eficácia seja menor e os esforços sejam em vão.

Na quinta-feira, um drone israelita disparou dois mísseis contra um grupo de palestinianos que estavam a lançar balões com explosivos desde a Faixa de Gaza até ao sul de Israel. Não há, porém, registo de feridos ou mortos nesse ataque.

De acordo com a imprensa palestiniana, esta foi a segunda investida aérea de Israel em menos de 24 horas. Um porta-voz das IDF já veio negar esta afirmação, reforçando que só “tem conhecimento de um dos ataques”.

Um dos balões que chegou a Israel tinha escrita a mensagem: “A vida aqui é como a morte, vamos continuar a viver perto da cerca.”

Tópicos:

Ataques, Balões, Palestina, Papagaios, Israel,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes. É um “movimento de capacitação e investimento da mulher”.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.