Israel fecha passagens para Gaza e ataca Hamas após morteiro atingir território

| Mundo

Israel ordenou hoje o encerramento de duas passagens entre o território e a Faixa de Gaza após um morteiro ter atingido uma cidade no sul e os militares terem lançado ataques aéreos a posições do Hamas.

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, ordenou o fecho dos pontos de passagem de Erez, para as pessoas, e de Kerem Shalom, para bens, assim como a redução da área de pesca autorizada fora da Faixa de Gaza de seis para três milhas, informou um porta-voz da agência do Ministério da Defesa encarregada dos assuntos civis nos territórios palestinianos.

A decisão surge após um morteiro disparado de Gaza ter atingido uma habitação no sul de Israel, provocando quatro feridos, segundo as autoridades. As forças armadas israelitas lançaram de seguida um ataque aéreo a posições do Hamas, o movimento islâmico que governa Gaza.

Lieberman já tinha afirmado na terça-feira que tinha chegado a hora de dar um "duro golpe" ao Hamas, em resposta à violência que se tem registado na fronteira ao longo dos últimos meses.

O ataque de morteiro em Beersheba, no sul do país israelita, foi o primeiro a atingir uma casa desde o conflito do verão de 2014 entre Israel e os militantes do Hamas.

 

Tópicos:

Faixa,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.