Macron acusou todos os manifestantes de cumplicidade com a violência

| Mundo
Macron acusou todos os manifestantes de cumplicidade com a violência

A ver: Macron acusou todos os manifestantes de cumplicidade com a violência

Emmanuel Macron acusou os manifestantes que protestaram nos Campos Elísios de quererem destruir a República. O presidente francês foi mais longe e acusou todos os que participaram no protesto de serem cúmplices do que aconteceu.

Este é o décimo oitavo fim de semana de protesto dos coletes amarelos.

O ministro francês do Interior, Cristophe Castaner, revelou que entre as quase 10 mil pessoas que protestaram em Paris, havia 1.500 infiltrados "ultraviolentos".

Para hoje, está prevista nova manifestação nas ruas da capital francesa, mas espera-se que seja pacífica.

A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Em entrevista à Antena 1, o presidente do PS elogia a chamada "geringonça", mas coloca reservas quanto à hipótese de ter BE e PCP num futuro executivo socialista.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.