Macron defende legitimidade no ataque à Síria

| Mundo
Macron defende legitimidade no ataque à Síria

O presidente francês Emmanuel Macron garante que os países aliados não estão em guerra com a Síria.

A afirmação do político francês foi revelada numa entrevista ao canal de televisão francês BFM TV.

Emmanuel Macron explicou o sentido do ataque dos Estados Unidos, Grã-Bretanha e França á Síria.

Nesta entrevista, o chefe de Estado francês afirmou que os ataques aéreos conseguiram parar a aproximação da Turquia à Rússia e à Síria e defendeu, ainda, que foi ele que convenceu Donald Trump a atacar, apenas, os locais onde, alegadamente, se produzem as armas químicas.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

A partir da Ilha do Sal, em Cabo Verde, a jornalista da RTP Carla Adão escreve sobre as primeiras horas da cimeira da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

O presidente da Fundação Mandela falou à RTP por ocasião do centenário do nascimento de Madiba, que se assinala esta semana à escala mundial.

    A história de Ötzi começou quando um grupo de caminhantes na região alpina italiana de Oetztal tropeçou num cadáver.

    Veja aqui imagens exclusivas em 360º da missão portuguesa.