Macron defende legitimidade no ataque à Síria

| Mundo
Macron defende legitimidade no ataque à Síria

O presidente francês Emmanuel Macron garante que os países aliados não estão em guerra com a Síria.

A afirmação do político francês foi revelada numa entrevista ao canal de televisão francês BFM TV.

Emmanuel Macron explicou o sentido do ataque dos Estados Unidos, Grã-Bretanha e França á Síria.

Nesta entrevista, o chefe de Estado francês afirmou que os ataques aéreos conseguiram parar a aproximação da Turquia à Rússia e à Síria e defendeu, ainda, que foi ele que convenceu Donald Trump a atacar, apenas, os locais onde, alegadamente, se produzem as armas químicas.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.