Marcelo alivia falhas e puxa pelo otimismo

| Mundo
Marcelo alivia falhas e puxa pelo otimismo

O Presidente da República portuguesa disse no México que falhas acontecem a qualquer um, no que concerne ao combate aos incêndios que tem ocorrido no país mas destaca que Portugal como um todo tem estado sempre à altura das circunstâncias.

Marcelo Rebelo de Sousa pediu um minuto de silêncio pelas vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, como registou a jornalista Natália Carvalho.

O Presidente da República participa esta terça-feira no México num seminário com empresários portugueses e mexicanos.

O chefe de Estado, que está no México desde domingo e regressa a Portugal hoje às 18h50 em Lisboa qualificou esta deslocação como "uma visita muito especial, uma visita muito curta, e muito intensa, mas muito proveitosa".

Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que "há todas as razões para nós apostarmos no México, todas" e que as relações bilaterais podem "ir muito longe".

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.