NATO preocupada com visão a 360 graus

| Mundo
NATO preocupada com visão a 360 graus

Reuters

O ministro da Defesa afirmou que a NATO está preocupada com uma visão a 360 graus das ameaças globais, até por causa dos novos desafios tecnológicos. Em Bruxelas, João Gomes Cravinho adiantou que os aliados decidiram que a questão do Irão implica uma via diplomática e que todos querem estar preparados para uma possível escalada da ameaça russa.

Esta foi uma reunião com vários pontos em agenda para preparar a cimeira de líderes de dezembro, em Londres. A NATO quer estar atenta a ameaças que partem de diferentes pontos. O Irão ficou de fora da agenda, mas não fora das conversas.

A Rússia é um dos focos de preocupação, com o fim anunciado do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio e os aliados a darem uma ultima hipótese ao Kremlin para voltar a respeitar um acordo importante. João Gomes Cravinho diz que a organização quer estar preparada.

O ministro da defesa insiste em que há outras ameaças a considerar, como o terrorismo e a necessidade de operacionalizar o espaço, que não deve ser militarizado, mas sublinha que a Aliança Atlântica o quer usar como terreno operacional de apoio a operações militares.

A reportagem é da correspondente da Antena 1 em Bruxelas, Andrea Neves.

A informação mais vista

+ Em Foco

É até hoje a mais icónica das aventuras da exploração espacial. Há 50 anos, o Homem chegava à Lua à boleia da NASA. Percorrermos aqui todos os detalhes da missão, dia a dia.

    O programa Artemis, da NASA, tem como objetivo regressar ao satélite natural da Terra e, simultaneamente, preparar a viagem a Marte.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.