Ministro dos Negócios Estrangeiros concorda com alteração de conceito estratégico da NATO

por RTP

Foto: EPA

O ministro português dos Negócios Estrangeiros concorda com a necessidade de aumentar as forças militares em prontidão, mas esclarece que tal não significa colocar militares na fronteira da Rússia. João Gomes Cravinho considera que se deve trabalhar para o melhor, sem nunca esquecer o pior.

As declarações do ministro dos Negócios Estrangeiros foram feitas em entrevista à RTP durante a Conferência dos Oceanos.
pub