MNE e Guterres falam sobre importância da diplomacia para a paz

| Mundo

|

O ministro dos Negócios Estrangeiros venezuelano, Jorge Arreaza, reuniu-se quarta-feira com o secretário-geral da ONU, António Guterres, com quem conversou sobre "temas essenciais" para a Venezuela, como a diplomacia para a paz.

Foi "extraordinária a reunião com o secretário-geral da ONU, António Guterres. Houve um grande entendimento em temas essenciais sobre a Venezuela, a nossa região e na defesa do multilateralismo e da diplomacia para a paz", explicou o ministro venezuelano na sua conta na rede social Twitter.

Segundo Jorge Arreaza, durante o encontro foi transmitida a António Guterres "uma saudação fraterna do Presidente [da Venezuela] Nicolás Maduro".

Através do Twitter, o ministro divulgou um vídeo do momento da reunião entre ambos, sendo visível ainda o embaixador da Venezuela na ONU, Samuel Moncada, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e vários outros representantes daquele organismo e do Governo venezuelano.

O encontro teve lugar em Nova Iorque, nos Estados Unidos, à margem das celebrações do Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia para a Paz, tendo o ministro venezuelano insistido que a ONU não deve permitir ser usada para abordar temas bilaterais, nem ser instrumentalizada "para intervir nos assuntos internos de outro Estado".

Arreaza denunciou que em setembro de 2018 o Presidente dos EUA, Donald Trump avançou com várias "medidas coercitivas unilaterais contra a Venezuela, em flagrante violação de propósitos e princípios da Carta das Nações Unidas".

Também que o vice-presidente norte-americano, Mike Pence, deu "ordens aos Estados membros da ONU, durante a mais recente sessão do Conselho de Segurança", para "não reconhecer as credenciais de um Estado membro com pleno direito como é a Venezuela".

Quarta-feira, a ONU celebrou pela primeira vez o Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia para a Paz, com base numa resolução apresentada pela Venezuela, em nome dos 120 Estamos membros do Movimento dos Países Não Alinhados, aprovada pela Assembleia-geral daquele organismo a 12 de dezembro de 2018.

A anterior reunião entre Jorge Arreaza e António Guterres teve lugar a 22 de fevereiro.

Tópicos:

ONU,

A informação mais vista

+ Em Foco

Milícias separatistas apoiadas e armadas pelos Emirados Árabes Unidos tomaram a capital do sul, reforçando a sua posição face aos antigos aliados sauditas.

    Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.