Morreu mais uma pessoa nos protestos em Caracas

| Mundo
Morreu mais uma pessoa nos protestos em Caracas

A ver: Morreu mais uma pessoa nos protestos em Caracas

Um manifestante, opositor de Nicolás Maduro, foi abatido a tiro em Caracas. O homem foi atingida à entrada do Bairro 5 de Julho, durante o protesto da noite de sexta-feira.

Sobe para nove o número de mortos desde o início do mês em manifestações contra o Presidente venezuelano.

Na última noite, a parte oeste da capital foi alvo de vários distúrbios e saques. O Hospital Materno-Infantil Hugo Chávez teve mesmo de ser evacuado: 54 crianças foram retiradas de urgência das instalações.

O Governo acusa bandos armados da oposição de serem os causadores dos distúrbios no hospital.

A oposição culpa, por sua vez, o gás lacrimogéneo que terá sido lançado pelas forças de segurança.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um mês depois dos incêndios, ainda há raízes em combustão sob a terra no concelho de Pedrógão Grande. Reunimos aqui um conjunto de vídeos em 360 graus captados no local.

A 17 de junho, Portugal começou a assistir ao mais mortífero incêndio de sempre. A paisagem de Pedrógão Grande mantém-se em tons de sépia. Um cenário captado pelo fotojornalista Pedro A. Pina.

    Nos últimos dois anos a RTP ouviu três vozes com diferentes perspetivas do conflito israelo-palestiniano: Miko Peled, Shahd Whadi e Tamir Ginz.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.