Moscovo intimado por Londres a explicar uso de gás de nervos

| Mundo
Moscovo intimado por Londres a explicar uso de gás de nervos

A ver: Moscovo intimado por Londres a explicar uso de gás de nervos

O governo de Theresa May deu um prazo de 24 horas a Vladimir Putin para esclarecer como foi possível utilizar uma gás muito perigoso de origem russa na tentativa de homicídio de um ex-espião e da filha em território britânico.

Moscovo responde que Londres tem que apresentar dados mais concretos antes de fazer acusações.

A informação mais vista

+ Em Foco

A presidente do CNAPN diz que a chave está nos líderes das mesquitas e pede mais apoio do Alto Comissariado para as Migrações.

    Entrevista a António Mateus para o programa "Olhar o Mundo". Veja aqui.

    Sintra podia ser uma "mini Davos". A sugestão foi feita informalmente por um dos académicos que participou na reunião do BCE concluída em 20 de junho.

      Dados revelados no Digital News Report de 2018 do Reuters Institute.