Nações Unidas dizem que o cessar-fogo entre Israel e a Jihad Islâmica Palestiniana "é frágil"

por RTP

Foto: Reuters

As Nações Unidas dizem que a retoma das hostilidades pode ter "consequências devastadoras". O Conselho de Segurança da ONU reuniu-se de emergência, para analisar a situação em Gaza depois de três dias de violentos ataques.

A China pediu medidas efetivas para acabar com os conflitos entre a Palestina e Israel.

Já os Estados Unidos dizem estar totalmente empenhados na garantia da segurança de Israel.

Segundo o balanço das Nações Unidas, os três dias de ataques provocaram 46 mortos e mais de 400 feridos.
pub