Pelo menos 30 mortos e 200 desaparecidos em naufrágio de navio na RD Congo

| Mundo

Desconhece-se o número exato de passageiros que estavam na embarcação
|

Pelo menos 30 pessoas morreram e outras 200 estão dadas como desaparecidas na sequência do naufrágio de uma embarcação no lago Mai-Ndomnbe, na República Democrática do Congo (RD Congo), revelaram este domingo as autoridades congolesas.

Simon Mboo Wemba, o presidente da Câmara de Inongo, disse à agência noticiosa Associated Press que muitos dos que seguiam a bordo eram professores que iam receber os seus salários e viajavam de barco devido ao mau estado das estradas.

Desconhece-se o número exato de passageiros que estavam na embarcação, atingida pelo mau tempo no sábado à noite.

As autoridades apontam para uma estimativa de centenas de pessoas, das quais mais de 80 sobreviveram.

Os barcos que atravessam os lagos do gigantesco país estão normalmente sobrelotados com passageiros e mercadorias e os registos oficiais não indicam todos os que seguem a bordo.

Tópicos:

Congo, Democrática,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em Pedrógão Grande, dois anos depois dos incêndios, quase só os estrangeiros são atraídos para a região.

Uma equipa da RTP acompanhou o curso dos novos seguranças pessoais, "sombras" de quem protegem.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.