Pelo menos um polícia morto e cinco feridos em três ataques armados na Guatemala

| Mundo

Um polícia morreu na segunda-feira na sequência de três ataques armados perpetrados contra membros da Polícia Civil Nacional da Guatemala, os quais resultaram ainda em seis feridos, incluindo um civil.

A polícia guatemalteca indicou que um agente de 30 anos foi morto num tiroteio com grupos de crime organizado numa zona da capital, durante o qual um outro polícia ficou ferido, tendo sido transportado para o hospital.

As autoridades detiveram um suspeito, um jovem de 19 anos, que estaria a tentar fugir do local em motorizada.

Num segundo ataque, que teve lugar numa outra zona da cidade, três polícias e um civil sofreram ferimentos de bala.

Num terceiro incidente ficou ferido um outro agente, desconhecendo-se a circunstância e a gravidade do seu estado.

No mês passado, a Polícia Civil Nacional da Guatemala foi alvo de uma série de ataques que o Governo considerou estarem relacionados com uma presumível reestruturação no seio de grupos criminosos.

A Guatemala é um dos países mais violentos do mundo com uma média de 16 assassínios por dia.

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevistado no 360, da RTP3, o ministro das Finanças quis sublinhar que o seu cargo governativo não é exclusivo e pode ser compatível com a presidência do Eurogrupo.

Há muitas perguntas no caminho e muitas respostas que só o caminho pode dar. Pela Última Vez - Histórias sobre o fim que não acaba é o título de uma grande reportagem de Isabel Meira para a rádio pública.

Um atentado suicida em Manchester provocou 22 mortos e dezenas de feridos. A explosão decorreu no final de um concerto da digressão de Ariana Grande Dangerous Woman Tour.

    Um dos mais famosos discos dos Beatles faz agora 50 anos. O histórico álbum "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" regressou às lojas com várias edições especiais.