Portugueses no Zimbabué devem evitar grandes concentrações

| Mundo
Portugueses no Zimbabué devem evitar grandes concentrações

A ver: Portugueses no Zimbabué devem evitar grandes concentrações

Em declarações à RTP3, o secretário de Estado das Comunidades José Luís Carneiro revela que não há qualquer pedido especial junto da secção de Embaixada em Harare.

O governante refere ainda que os portugueses se encontram bem mas que esta é uma situação "que exige todo o cuidado".

Por isso, os portugueses devem procurar evitar grandes concentrações, sobretudo em locais onde estão sediadas as principais instituições políticas.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Doze meses depois da eleição presidencial de 8 de novembro de 2016, com Donald Trump ao leme da Casa Branca, os Estados Unidos mudaram. E o mundo afigura-se agora mais perigoso.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.