PR moçambicano e empresários preparam visita à Noruega em novembro

| Mundo

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, deverá visitar a Noruega em novembro, disse hoje à Lusa fonte da Confederação das Associações Económicas (CTA), maior associação patronal moçambicana.

A CTA está a organizar a missão empresarial a realizar de 14 a 16 de novembro no âmbito da visita, que tem como objetivo promover parcerias e partilhar oportunidades de negócio entre os dois países, acrescentou a fonte.

A indústria extrativa, energia, pescas, agroindústria, infraestruturas, transportes e logística, setor financeiro e florestas são as áreas em destaque.

Nesta deslocação, à semelhança das realizadas a outros países, a CTA vai organizar um fórum de negócios e visitas a empresas.

Moçambique e aquele país escandinavo mantêm relações estreitas em vários domínios.

A Noruega participa no grupo constituído por nove oficiais internacionais que vai dar apoio técnico e aconselhamento ao processo de desarmamento, desmobilização e reintegração (DDR) na sociedade civil dos efetivos armados da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), principal partido da oposição.

No plano económico, o Governo de Moçambique e a companhia norueguesa Yara International assinaram em julho de 2017, em Maputo, um memorando de entendimento para produção de fertilizantes a partir de gás natural extraído da bacia do Rovuma, norte do país.

Tópicos:

Moçambique, Resistência,

A informação mais vista

+ Em Foco

Francisco Veloso, reitor da Imperial College Business School, traça cenários após a rejeição do acordo.

O satélite natural da Terra mostrou-se grande e vermelho. A primeira Super Lua de 2019 foi vista em todo o mundo.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.