Presidente Lu-Olo dedica primeiras palavras a recordar Mário Carrascalão

| Mundo

O Presidente timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, dedicou as primeiras palavras do seu discurso de tomada de posse a homenagear o ex-vice-primeiro-ministro Mário Carrascalão, que morreu hoje aos 80 anos em Díli.

"Quero homenagear o ex-membro da Assembleia Constituinte e ex-vice-primeiro-ministro Mário Viegas Carrascalão, que nos deixou. Que a sua alma descanse e que a família possa encontrar força e conforto neste momento tão difícil par todos", disse.

"As minhas mais profundas condolências à família. Em meu nome pessoal e de toda a família", disse, pedindo depois a todos para que se levantassem.

Mário Viegas Carrascalão morreu hoje em Díli, aos 80 anos, ao que tudo indica vítima de um ataque cardíaco que sofreu quando conduzia o seu carro pessoal no centro da capital timorense.

O dirigente histórico timorense, que foi governador nomeado pela indonésia e vice-primeiro-ministro no IV Governo constitucional, liderado por Xanana Gusmão, foi condecorado na quinta-feira com o Grande Colar da Ordem de Timor-Leste pelo chefe de Estado Taur Matan Ruak, que termina hoje o seu mandato.

Tópicos:

Díli, Timor Leste,

A informação mais vista

+ Em Foco

Os dados do sistema de Informação de Fogos Florestais da União Europeia (EFFIS) indicam que só entre os dias 14 e 15 de outubro arderam em Portugal continental cerca de 200 mil hectares.

    Na primeira entrevista pós-autárquicas, à Antena 1, Jerónimo de Sousa não poupou nas palavras. Afirmou que o "Governo ficou mal na fotografia e subestimou a situação" dos fogos.

    Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

      Acionar o artigo 155 da Constituição espanhola representa um momento único na História de Espanha. O Governo de Madrid já definiu os setores que quer controlar de imediato.