PS, BE e PCP acreditam que Lula vá ganhar na segunda volta. PSD pede calma democrática

por Antena 1

EPA

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, acredita que o antigo presidente brasileiro vai conseguir ser eleito, no dia 30 de Outubro.

Catarina Martins, que falava à margem de uma visita a uma casa de apoio à população sem-abrigo, no Funchal, realçou que Jair Bolsonaro é um "presidente genocida", afirmando que "perdeu no primeiro turno e vai perder no segundo".

Na primeira volta das eleições presidenciais brasileiras, no domingo, o ex-Presidente Lula da Silva venceu com 48% dos votos, enquanto o atual chefe de Estado, Jair Bolsonaro, obteve 43,2%.

Na leitura do PCP, os brasileiros querem uma mudança.

É o que diz a eurodeputada comunista Sandra Pereira.

O PCP acredita numa uma viragem à esquerda no Brasil.

Também hoje, o PS saudou a vitória do ex-Presidente Lula da Silva na primeira volta das eleições presidenciais brasileiras.

Os socialistas acreditam que um triunfo de Lula na segunda volta, vai representar a vitória dos valores progressistas e democráticos contra derivas autoritárias.

Já o presidente do PSD espera que a segunda volta das eleições brasileiras decorra num clima de paz democrática.

Uma declaração apresentada numa mensagem publicada por Luís Montenegro, há pouco, na rede social Twitter, na internet.

O líder social-democrata saúda o povo do Brasil e a comunidade residente em Portugal, pela participação nas eleições de ontem, que determinou a passagem à segunda volta de Jair Bolsonaro e Lula da Silva.
pub