Purga nas instituições da Catalunha

| Mundo
Purga nas instituições da Catalunha

Foto: Albert Gea - Reuters

A dois meses e meio do referendo independentista, o Governo catalão está a fazer uma verdadeira purga nas instituições da região. Tudo para garantir que o processo avança até às últimas consequências.

A última baixa conhecida é o diretor dos Mossos d' Esquadra, a polícia da Catalunha, três dias depois de uma remodelação de um terço do executivo em Barcelona.

A informação mais vista

+ Em Foco

O editor de Política Internacional da RTP, Ricardo Alexandre, comentou a sentença do antigo general sérvio-bósnio.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.