Reações internacionais à morte do ex-espião russo

| Mundo
Reações internacionais à morte do ex-espião russo

Foto: Florion Goga - Reuters

A Rússia insiste no aviso ao Reino Unido. Moscovo transmitiu a mensagem ao embaixador britânico para lhe dizer que os britânicos estão a provocar. Mas, na Europa levantam-se várias vozes a defender o Reino Unido.

O ministro alemão dos Negócios Estrangeiros considera extremamente sério se ficar provado o envolvimento da Rússia no envenenamento do espíão russo. Já o chefe da diplomacia de Moscovo rejeita qualquer responsabilidade no caso.

A informação mais vista

+ Em Foco

A presidente do CNAPN diz que a chave está nos líderes das mesquitas e pede mais apoio do Alto Comissariado para as Migrações.

    Entrevista a António Mateus para o programa "Olhar o Mundo". Veja aqui.

    Sintra podia ser uma "mini Davos". A sugestão foi feita informalmente por um dos académicos que participou na reunião do BCE concluída em 20 de junho.

      Dados revelados no Digital News Report de 2018 do Reuters Institute.