Reconstrução do Iraque pode ser uma oportunidade para empresas portuguesas, admite Teresa Ribeiro

| Mundo
Reconstrução do Iraque pode ser uma oportunidade para empresas portuguesas, admite Teresa Ribeiro

Foto: Mário Cruz - Lusa

No Kuwait, debate-se o combate ao Estado Islâmico e a reconstrução do Iraque. A conferência internacional começou esta terça-feira a debater o combate contra o Estado Islâmico.

Os conferencistas coincidiram na opinião de que o Estado Islâmico foi erradicado do Iraque. Persistem algumas bolsas na Síria.

Quanto à reconstrução do Iraque, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros, Teresa Ribeiro, que representa Portugal nesta conferência, diz que o grande desafio é o que se segue. O Estado Islâmico perdeu território, mas a mensagem continua a passar nas redes sociais.

Esta quarta-feira, o debate no Kuwait é à volta da reconstrução do que foi destruído na guerra contra o Estado Islâmico. Portugal tem tido ação no Iraque em termos de formação de militares e polícia e também na desminagem do terreno.

Teresa Ribeiro, em entrevista à jornalista da Antena 1 Ana Isabel Costa, admite que o processo de reconstrução pode ser uma oportunidade para as empresas portuguesas, se as empresas quiserem.

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.