Secretário da Defesa norte-americano diz que Portugal é "aliado antigo e de confiança"

| Mundo

O secretário da Defesa norte-americano, James Mattis, disse ao ministro da Defesa português, Azeredo Lopes, que Portugal é "um aliado antigo e de confiança" e agradeceu "o apoio continuo aos esforços de segurança da NATO".

"Estamos juntos e unidos contra aqueles que desejam prejudicar os nossos países. Precisamos da contínua cooperação entre os dois países e de aumentar o nosso compromisso. Quando a situação de segurança muda, devemos mudar também com ela", disse o general Mattis no início de um encontro na terça-feira no Pentágono, de acordo com um comunicado divulgado hoje pelo executivo norte-americano.

Durante a reunião, que aconteceu na terça-feira, os dois responsáveis discutiram a proposta portuguesa de criação de um centro de segurança atlântica na Base das Lajes, nos Açores, que poderia vir a ser considerado um centro de excelência NATO.

No seu comunicado sobre o encontro, o Pentágono recorda que um centro de excelência NATO "é uma entidade patrocinada por um país ou vários, que oferece capacidades e experiência reconhecida que beneficiam a aliança, especialmente no apoio à sua transformação."

"Oferece oportunidades para melhorar a educação e treino, para melhorar as capacidades interoperacionais, para ajudar ao desenvolvimento de doutrina e para testar conceitos. Estes centros não fazem parte da estrutura da NATO, mas formam uma rede mais ampla que apoia os comandos da NATO", lê-se no comunicado.

Durante o encontro no Pentágono, que excedeu a duração inicialmente prevista, o secretário da Defesa norte-americano, James Mattis, respondeu de forma positiva a proposta.

"Pareceu-me que foi recebida muito bem, com interesse. Agora vamos, evidentemente, trabalhar nela, cabendo a Portugal não só o papel passivo de ficar à espera, mas também de apresentar propostas concretas que possam ser interessantes para desenhar algo de facto inovador e que, tanto quanto sei, não tem um precedente que possamos imitar", disse o ministro da Defesa português.

O ministro admitiu que o centro pode inaugurar um novo ciclo para Base das Lajes, e que o objetivo do governo "é dinamizar, através de projetos novos, aquilo que pode ser o futuro do contributo das lajes, e de Portugal, para a paz, segurança e defesa."

No encontro, James Mattis elogiou também o apoio de Portugal à missão internacional do Afeganistão e a operação no Iraque.

O secretário da Defesa mencionou ainda o apoio de Portugal ao compromisso de Gales, em que os países aliados se comprometeram a investir dois por cento do seu PIB em defesa e modernização militar.

A informação mais vista

+ Em Foco

O editor de Política Internacional da RTP, Ricardo Alexandre, comentou a sentença do antigo general sérvio-bósnio.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.