Secretário de Estado dos EUA vai faltar a encontro de ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO

| Mundo

|

O secretário de Estado norte-americano vai faltar ao encontro semestral de ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO e viajar para Itália para uma reunião de chefes da diplomacia do G7 e, em seguida, para a Rússia.

Na segunda-feira, fontes oficiais norte-americanas indicaram que Rex Tillerson vai reunir-se com diplomatas da NATO durante a semana, em Washington, numa conferência centrada no combate ao grupo extremista Estado Islâmico (EI), dando a entender que não há necessidade de participar no encontro da Aliança Atlântica, em Bruxelas.

O número três do Departamento de Estado norte-americano, Tom Shannon, vai representar os Estados Unidos nesse encontro, segundo as mesmas fontes citadas pela agência noticiosa Associated Press (AP).

Os mesmo responsáveis indicaram que Tillerson vai participar numa reunião do grupo dos sete países mais industrializados G7 (França, Estados Unidos, Itália, Canadá, Alemanha, Japão e Reino Unido) na Sicília (sul de Itália), em maio, e viajar em seguida para Moscovo.

Tópicos:

Aliança Atlântica Bruxelas, NATO, Unido,

A informação mais vista

+ Em Foco

Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

    Mário Centeno também deixou no ar a ideia de que, na discussão da especialidade do OE2018, seja posto um ponto final nos cortes do subsídio de desemprego.

    João Guerreiro, presidente da comissão que elaborou o relatório sobre Pedrógão Grande, enumera responsabilidades "momentâneas" e "estruturais".

    Os governos espanhol e catalão além de estarem de costas voltadas entrincheiraram-se em narrativas de auto-justificação absolutamente incompatíveis entre si.