Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

| Mundo
Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

A ver: Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

A Suécia deixou cair a ordem de detenção de Julian Assange, o fundador da WikiLeaks que está desde 2012 refugiado na Embaixada do Equador, em Londres. Em causa estão acusações de violação.

O Ministério Público vai abandonar as investigações que duram há 7 anos. O advogavo da queixosa diz que ela está chocada com esta decisão e que vai manter as acusações.

O receio de Assange era ser extraditado para a Suécia para ser julgado por estes crimes e enfrentar depois uma extradição para os Estados Unidos para responder num outro tribunal pela fuga de milhares de documentos confidenciais.

A policia britânica diz que, apesar da decisão da Suécia, Assange pode ser detido no momento em que deixar as instalações da embaixada equatoriana.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    Veja ou reveja aqui os debates na RTP com os candidatos às presidências das câmaras municipais das 18 capitais de distrito de Portugal Continental. A série é transmitida até 14 de setembro.

      Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A Antena 1 fixa o país em duas dezenas de retratos no caminho para as eleições autárquicas.

        A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.