Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

| Mundo
Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

A ver: Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

A Suécia deixou cair a ordem de detenção de Julian Assange, o fundador da WikiLeaks que está desde 2012 refugiado na Embaixada do Equador, em Londres. Em causa estão acusações de violação.

O Ministério Público vai abandonar as investigações que duram há 7 anos. O advogavo da queixosa diz que ela está chocada com esta decisão e que vai manter as acusações.

O receio de Assange era ser extraditado para a Suécia para ser julgado por estes crimes e enfrentar depois uma extradição para os Estados Unidos para responder num outro tribunal pela fuga de milhares de documentos confidenciais.

A policia britânica diz que, apesar da decisão da Suécia, Assange pode ser detido no momento em que deixar as instalações da embaixada equatoriana.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Doze meses depois da eleição presidencial de 8 de novembro de 2016, com Donald Trump ao leme da Casa Branca, os Estados Unidos mudaram. E o mundo afigura-se agora mais perigoso.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.