Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

| Mundo
Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

A ver: Suécia arquiva investigação sobre Julian Assange devido a acusações de violação

A Suécia deixou cair a ordem de detenção de Julian Assange, o fundador da WikiLeaks que está desde 2012 refugiado na Embaixada do Equador, em Londres. Em causa estão acusações de violação.

O Ministério Público vai abandonar as investigações que duram há 7 anos. O advogavo da queixosa diz que ela está chocada com esta decisão e que vai manter as acusações.

O receio de Assange era ser extraditado para a Suécia para ser julgado por estes crimes e enfrentar depois uma extradição para os Estados Unidos para responder num outro tribunal pela fuga de milhares de documentos confidenciais.

A policia britânica diz que, apesar da decisão da Suécia, Assange pode ser detido no momento em que deixar as instalações da embaixada equatoriana.

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevistado no 360, da RTP3, o ministro das Finanças quis sublinhar que o seu cargo governativo não é exclusivo e pode ser compatível com a presidência do Eurogrupo.

Há muitas perguntas no caminho e muitas respostas que só o caminho pode dar. Pela Última Vez - Histórias sobre o fim que não acaba é o título de uma grande reportagem de Isabel Meira para a rádio pública.

Um atentado suicida em Manchester provocou 22 mortos e dezenas de feridos. A explosão decorreu no final de um concerto da digressão de Ariana Grande Dangerous Woman Tour.

    Um dos mais famosos discos dos Beatles faz agora 50 anos. O histórico álbum "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" regressou às lojas com várias edições especiais.