Temporal no Rio de Janeiro deixa pelo menos três mortos e bairros alagados

| Mundo

Pelo menos três pessoas morreram e várias ficaram feridas nas últimas horas devido a fortes chuvas que caem desde o início da madrugada de hoje na cidade brasileira do Rio de Janeiro, provocando inundações e deslizamentos de terra.

Segundo fontes oficiais, a tempestade deixou já vários bairros inundados, com rios a transbordar e várias ruas e avenidas intransitáveis.

Em algumas zonas da cidade choveu o esperado para todo o mês de fevereiro.

A zona norte do Rio e Janeiro foi a mais afetada e, em especial, o bairro Quintino Bocaiuva, onde as paredes de uma casa desabaram e causaram duas mortes.

De acordo com os Bombeiros, o veículo de um agente da Polícia Militar que circulava na zona oeste foi atingido por uma árvore que caiu devido à tempestade e também morreu.

A chuva deixou vários bairros da "cidade maravilhosa" inundados e sem luz, o que levou as autoridades da Defesa Civil a aumentar o alerta para a escala máxima.

A tempestade também causou a queda de árvores em pelo menos 20 ruas da cidade, o que interrompeu o trânsito em algumas das vias rápidas mais importantes do Rio de Janeiro, como a rodovia Grajaú-Jacarepaguá e a Avenida Brasil.

Outras, como a Linha Amarela, a Linha Vermelha e a estrada entre o Rio de Janeiro e a cidade de Petrópolis também foram inundadas.

A Avenida Ayrton Senna, localizada na zona oeste da cidade no bairro da Barra da Tijuca, sofreu enchentes que atingiram o metro.

A chuva na zona oeste também derrubou um troço da ciclovia Tim Maia.

O aeroporto internacional do Rio de Janeiro teve que suspender s operações por algumas horas e alguns voos foram desviados para outras cidades.

A tempestade durou mais de uma hora e apenas no início da manhã a situação começou a normalizar.

Para as próximas horas, há previsão de chuvas isoladas, de intensidade fraca a moderada, de acordo com o serviço meteorológico.

Tópicos:

Barra,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.