Trabalho em excesso mata

por RTP

Trabalhar mais de 55 horas por semana aumenta risco de morte. Estima-se que em 2016 mais de 740 mil pessoas no mundo que morreram com doenças cardíacas e derrames cerebrais trabalhavam em excesso. O estudo da OMS revelado agora acrescenta que o teletrabalho poderá agravar este número.

pub