Trinta e sete migrantes morreram em dois naufrágios ao largo das ilhas gregas

por RTP

Foto: Stamatina Tamvaki - Reuters

Trinta e sete migrantes morreram e dezenas estão desaparecidos na sequência de dois naufrágios ao largo de ilhas gregas.

São ilegais oriundos do Iraque, do Irão e do Afeganistão que atravessaram o mar Egeu, desde a Turquia, em embarcações que não resistiram a ventos de mais de 100 quilómetros por hora.

Oitenta náufragos foram resgatados pelas autoridades com a ajuda da população.

O governo de Atenas apela à intervenção da União Europeia e da Turquia para travarem estas travessias clandestinas.
pub