Trump retira subsídios de saúde estabelecidos pelo Obamacare

| Mundo

Trump assinou uma ordem executiva que retira o pagamento de subsídios às seguradoras para reduzir os custos dos planos de saúde.
|

Donald Trump anunciou o corte de subsídios às seguradoras que cobrem os planos de saúde de milhões de americanos. A medida vai contra o estabelecido pelo programa Obamacare. Esta decisão surge depois de o Presidente anunciar a realização de mudanças no sistema de seguros norte-americano.

Na quinta-feira, Trump divulgou uma medida que pretende a criação de planos de saúde alternativos com menos benefícios e menor proteção para os consumidores.

De seguida, assinou uma ordem executiva que retira o pagamento de subsídios às seguradoras para reduzir os custos dos planos de saúde. A medida ainda não tem prazo de execução e representa um corte nos subsídios no valor de sete mil milhões de dólares, revela o Washington Post.

Este anúncio representa uma mudança radical no plano de saúde do seu antecessor na Casa Branca, Barack Obama. Os líderes democratas referiram que esta medida constituiu “mais um golpe para sabotar o Obamacare”, conforme indica a CNN.

A presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e o senador Charles Schumer, ambos democratas, referem-se a esta medida de Trump como um “ato rancoroso de sabotagem sobre as famílias trabalhadoras e de classe média em todos os cantos da América”.

O corte de subsídios às seguradoras é visto pelos democratas como prejudicial para os americanos de classe baixa e sem seguro de saúde, que eram abrangidos pelo Affordable Care Act. Este estatuto foi imposto em 2010 por Barack Obama, e garantia cuidados de saúde a americanos com dificuldades económicas, tais como a proibição de as seguradoras de saúde negarem cobertura devido a condições pré-existentes.

Donald Trump justificou no Twitter a redução dos custos das seguradoras de saúde. Para o mesmo, chegou o momento de agir para “melhorar o acesso, aumentar as escolhas e ter custos menores para os cuidados de saúde”.



Classificou ainda o Obamacare como uma “porcaria” (“broken mess”). Refere que vai começar o processo de dar à América o grande programa de cuidados de saúde que merece.



Tópicos:

Cuidados de saúde, Obamacare, Seguradoras, Trump,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.