Um morto e três feridos graves em confronto entre milícias e eleitores em Caracas

| Mundo
Um morto e três feridos graves em confronto entre milícias e eleitores em Caracas

A ver: Um morto e três feridos graves em confronto entre milícias e eleitores em Caracas

Na Venezuela, uma pessoa morreu e três ficaram feridas nos confrontos entre policia e eleitores que participavam no referendo deste domingo.

Apoiantes do presidente Nicolás Maduro dirigiram-se a uma das assembleias de voto de Caracas e começaram a provocar desacatos.

Pouco depois registaram-se agressões e foram disparados tiros contra pelo menos quatro pessoas.

Um mulher de 61 anos morreu no local. Dezenas de pessoas tiveram de se refugiar numa igreja.

As urnas já fecharam e a contagem dos votos já começou. Mais de sete milhões de venezuelanos participaram no referendo convocado pela oposição.

O presidente Nicolás Maduro considera que a consulta popular é ilegal.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Em Cuba, os Castro passam o testemunho do poder, que mantiveram durante quase 60 anos.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.