Um morto e três feridos graves em confronto entre milícias e eleitores em Caracas

| Mundo
Um morto e três feridos graves em confronto entre milícias e eleitores em Caracas

A ver: Um morto e três feridos graves em confronto entre milícias e eleitores em Caracas

Na Venezuela, uma pessoa morreu e três ficaram feridas nos confrontos entre policia e eleitores que participavam no referendo deste domingo.

Apoiantes do presidente Nicolás Maduro dirigiram-se a uma das assembleias de voto de Caracas e começaram a provocar desacatos.

Pouco depois registaram-se agressões e foram disparados tiros contra pelo menos quatro pessoas.

Um mulher de 61 anos morreu no local. Dezenas de pessoas tiveram de se refugiar numa igreja.

As urnas já fecharam e a contagem dos votos já começou. Mais de sete milhões de venezuelanos participaram no referendo convocado pela oposição.

O presidente Nicolás Maduro considera que a consulta popular é ilegal.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Um mês depois dos incêndios, ainda há raízes em combustão sob a terra no concelho de Pedrógão Grande. Reunimos aqui um conjunto de vídeos em 360 graus captados no local.

A 17 de junho, Portugal começou a assistir ao mais mortífero incêndio de sempre. A paisagem de Pedrógão Grande mantém-se em tons de sépia. Um cenário captado pelo fotojornalista Pedro A. Pina.

    Nos últimos dois anos a RTP ouviu três vozes com diferentes perspetivas do conflito israelo-palestiniano: Miko Peled, Shahd Whadi e Tamir Ginz.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.