Vladimir Netto desfia no livro "Lava Jato" o processo que levou Lula à cadeia

| Mundo
Vladimir Netto desfia no livro Lava Jato o processo que levou Lula à cadeia

Foto: Blog Sala de TV/DR

"Tranquilo mas indignado". Este é o sentimento que o antigo Presidente brasileiro, Lula da Silva, descreve numa carta enviada aos advogados. É a primeira mensagem dirigida ao público desde que se entregou à polícia há nove dias, em Curitiba.

Uma detenção que surge no seguimento do caso Lava Jato, que investiga crimes de corrupção em empresas brasileiras, em particular a petrolífera Petrobras.

Vladimir Netto, jornalista da Globo em Brasília, esteve durante 17 meses a recolher informações da investigação do maior escândalo de corrupção do Brasil, que culminam num livro intitulado “Lava Jato”.

O jornalista afirma nesta entrevista à Antena 1 que ninguém no Brasil está contente com o que se está a passar, mas admite que, se há suspeição e a investigação determina a condenação, assim deve ser feito.

Vladimir Netto fala de uma mudança de paradigma na sociedade brasileira, apesar da resistência política. O Brasil, estima o jornalista, já mudou. Resta saber qual o desfecho.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.