Apolónia e Monteiro asseguram primeira medalha lusa em Mundiais de ténis de mesa

| Outras Modalidades

Legenda da Imagem
|

Tiago Apolónia e João Monteiro asseguraram hoje a conquista da primeira medalha de sempre de Portugal em Mundiais de ténis de mesa, com a passagem às meias-finais da competição de pares, que decorre em Budapeste.

Apolónia, 54.º do 'ranking' mundial, e Monteiro, 173.º da hierarquia, beneficiaram da desistência nos quartos de final dos alemães Timo Boll e Patrick Franziska, que integraram a equipa vice-campeã do mundo em 2018, em Halmstad.

Com a chegada às 'meias', Apolónia e Monteiro vão subir ao pódio do torneio de pares, uma vez que não existe encontro para atribuição do terceiro lugar.

A dupla portuguesa vai disputar uma vaga na final da competição frente à dupla formada pelo romeno Ovidiu Ionescu e pelo espanhol Alvaro Robles, que derrotou os suecos Mattias Alck e Kristian Karlsson.

"Estou muito contente com esta passagem à meia-final. É mais um marco histórico para a nossa modalidade, é a primeira medalha que conquistamos num Mundial a nível de seniores. Temos vindo a fazer uma grande prova, desde o primeiro jogo que temos exibido um nível muito alto. Agora, temos de pensar já no jogo de amanhã, focar e preparar esse jogo da melhor maneira para tentar ainda uma medalha com uma cor mais bonita", disse Tiago Apolónia.

Igualmente satisfeito com a prestação nestes mundiais estava João Monteiro: "Estamos muito contentes com a passagem às meias-finais. Fez-se mais uma vez história no ténis de mesa português. A primeira medalha conquistada num Mundial! Amanhã, queremos dar continuidade a este grande torneio que temos feito até agora. Vamos tentar levar de vencida a dupla do Ionescu com o Alvaro Robles. Tentaremos vencer e alcançar a tão desejada final."



Tópicos:

Budapeste Apolónia º, Mattias Alck, Timo Boll,

Pesquise por: Budapeste Apolónia º, Mattias Alck, Timo Boll,

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.