Covid-19: Circuito mundial de surf com quatro etapas na Austrália, sem Bells Beach e Gold Coast

por Lusa
Reuters

O circuito mundial de surf vai contar com quatro etapas na Austrália, mas sem Bells Beach e Gold Coast, após a reorganização do calendário de 2021, devido à pandemia de covid-19, anunciado hoje Liga Mundial de Surf (WSL).

Em comunicado, a WSL agendou quatro campeonatos para as regiões da Nova Gales do Sul e do Oeste da Austrália, entre abril e maio, para a prossecução do circuito iniciado em dezembro de 2020, no Billabong Pipe Masters, no Havai, onde o havaiano John John Florence venceu a competição.

A competição, que conta com o português Frederico Morais, vai ser retomada com o Rip Curl Newcastle Cup, entre 01 e 11 de abril, seguindo-se o Rip Curl Narrabeen Classic, entre 16 e 26 de abril, o Boost Mobile Margaret River, entre 02 e 12 de maio, e o Rip Curl Rottnest Search, entre 16 e 26 de maio.

Estas provas substituem o Corona Open Gold Coast e o Rip Curl Pro Bells Beach, o mais antigo campeonato do circuito, dada a impossibilidade da concretização atempadamente de 'bolhas' competitivas, em Victoria e Queensland, devido às restrições impostas no combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Os surfistas vão viajar para Sydney, num 'charter' a partir de Los Angeles, nos Estados Unidos, e, já na Austrália, vão permanecer em quarentena durante 14 dias numa unidade hoteleira antes da primeira prova.

Depois do cancelamento do circuito mundial do ano passado, a edição de 2021 arrancou em dezembro de 2020 no Havai, mas foi interrompido em janeiro, com o cancelamento da etapa de Sunset Beach, também nas ondas havaianas, e o adiamento da prova prevista para Santa Cruz, nos Estados Unidos, em fevereiro.

O circuito mundial prevê outros sete campeonatos, entre os quais o Meo Pro Portugal, em Peniche, que ainda não tem data definida.

Frederico Morais, de 29 anos, voltou a integrar o circuito depois de ter sido relegado em 2018 para o circuito de qualificação, que venceu em 2019, ano em que assegurou também uma vaga para Portugal nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, que foram adiados para 2021 também por causa da pandemia.

1. Billabong Pipe Masters, Havai (08/12 a 20/12).

2. Rip Curl Newcastle Cup, Austrália (01/04 a 11/04)

3. Rip Curl Narrabeen Classic, Austrália (16/04 a 26/04)

4. Boost Mobile Margaret River Pro, Austrália (02/05 a 12/05)

5. Rip Curl Rottnest Search, Austrália (16/05 a 26/05)

6. Meo Pro Peniche, Portugal (por agendar).

7. Quiksilver Pro G-Land, Indonésia (por agendar).

8. Oi Rio Pro Saquarema, Rio de Janeiro, Brasil (11/06 a 20/06).

10. Corona J-Bay, Jeffreys Bay, África do Sul (25/06 a 09/07).

11. Surf Ranch, Lemoore, Califórnia, Estados Unidos (12/08 a 15/08).

12. Teahupo'o, Polinésia Francesa (23/08 a 02/09).

13. Finals, em Trestles, Estados Unidos (08/09 a 17/09).
pub