Governo felicita canoísta Fernando Pimenta pelo título europeu em K1 1.000

| Outras Modalidades

O governo português felicitou hoje o canoísta português Fernando Pimenta, que se sagrou tricampeão europeu em K1 1.000 metros, na competição que está a decorrer em Belgrado, na Sérvia.

“Muito trabalho, resiliência e espírito de vencedor fazem do português Fernando Pimenta tricampeão europeu! Parabéns ao atleta, treinador e equipa técnica e à Federação de Canoagem por constantemente contribuírem para que Portugal se assuma como um dos grandes líderes da modalidade”, escreveu o Ministério da Educação, na sua conta na rede social Twitter.

Por seu lado, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, também congratulou Fernando Pimenta.

“A canoagem no topo da Europa mais uma vez. Parabéns a todos em Belgrado”, escrever, também no Twitter.

O canoísta do Benfica cumpriu a final da prova de K1 1.000 metros, que liderou do princípio ao fim, em 3.29,200 minutos, batendo o húngaro Balint Kopasz, segundo, a 280 milésimos de segundo, e o alemão Max Rendschmidt, terceiro, a 2,320 segundos.

Fernando Pimenta já tinha conquistado o título na mesma prova em 2016 (Moscovo) e 2017 (Plovdiv) e o bronze em 2011 e 2015. Em Europeus, soma mais quatro medalhas individuais, em K1 5.000, uma de ouro (2016), duas de prata (2013 e 2017) e uma de bronze (2014).

Em Europeus, o canoísta de Ponte de Lima conta mais quatro medalhas em K4 1.000 metros e uma em K2 500, para um total de 14 ‘metais’ – cinco de ouro, quatro e prata e cinco de bronze.

O mais galardoado português de sempre na canoagem ganhou ainda uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos, em K2 1.000 metros, com Emanuel Silva, em Londres2012, e cinco em Mundiais, uma delas de ouro, em K1 5.000 (2017).

Em Belgrado, Pimenta, que ainda soma duas medalhas de prata nos Jogos Europeus, em 2015, pode aumentar o seu currículo, pois ainda compete domingo na final de K1 500 metros.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana depois de as chamas deflagrarem em Monchique, a Proteção Civil deu o incêndio como dominado e em fase de resolução. Portugal volta a ser o país com mais área ardida na Europa.

    Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

      É um desejo antigo do Homem poder tocar as estrelas. Um feito que parece ser agora "quase" alcançável através da missão espacial solar Parker.

        Entre as 21h00 de domingo e as 8h00 de segunda-feira, o mundo viu uma chuva de Perseidas, espetáculo habitual em agosto. Nos locais mais remotos, foi possível admirar melhor o fenómeno.