Jorge Lima e José Costa apuram 49er de Portugal para os Jogos Olímpicos

| Outras Modalidades

Os velejadores Jorge Lima e José Costa qualificaram hoje Portugal para os Jogos Olímpicos de 2020 no 49er, ao assegurarem a presença na 'Medal Race' dos Mundiais de classes olímpicas, que decorrem em Aarhus, Dinamarca.

Terminada a hora limite de protestos e após a publicação dos resultados de hoje, Jorge Lima e José Costa ficaram a saber que continuam em prova, na luta pelas medalhas, o que por si só garante a Portugal uma vaga em Tóquio2020 - quase metade dos lugares são atribuídas agora.

Depois de caírem para 18.º na véspera, Lima e Costa superaram-se, em dia com condições extremas de vento e ondas, e subiram ao oitavo lugar, após um oitavo e um quarto nas regatas de hoje.

Na 'Medal Race' de sábado estarão os 10 melhores, pelo que a tripulação portuguesa poderá ainda subir na classificação final.

Os outros portugueses que evoluíram em Aarhus - onde se atribuíram 40% das vagas para os Jogos Olímpicos - tiveram prestações menos boa.

Diogo Costa e Pedro Costa terminaram hoje em 36.º lugar da geral as regatas realizadas em 470 masculino e no 470 feminino Mafalda Pires de Lima e Mariana Lobato ficaram em 42.º.

Em Laser Radial, Carolina João ficou no 72.º posto, enquanto Eduardo Marques encerrou em 68.º no Laser. Mais atrás, Santiago Sampaio fechou em 104.º e Tomás Pires de Lima em 133.º.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana após a extinção do incêndio de Monchique, a televisão pública esteve no barlavento algarvio com uma emissão especial sobre o cíclico flagelo dos incêndios e as alterações climáticas.

    Fãs de Aretha Franklin homenagearam a icónica cantora norte-americana em várias cidades dos Estados Unidos. A rainha da Soul morreu na manhã de quinta-feira na sua casa em Detroit.

      Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

        Há uma nova rota turística pela cidade de Lisboa, baseada em memórias de lisboetas mais antigos. São beneficiários da Associação Mais Proximidade Melhor Vida.