Judo/Mundiais: Catarina Costa `perde` bronze apenas para a campeã olímpica

| Outras Modalidades

Catarina Costa de branco
|

A portuguesa Catarina Costa (-48 kg) foi quinta classificada nos Mundiais de judo, que quarta-feira se iniciaram em Baku, apenas cedendo diante da líder mundial e, depois, da campeã olímpica.

Catarina Costa, que este ano já tinha vencido o Grande Prémio de Antalya, em abril, e sido segunda em Agadir, em março, teve uma grande estreia nos Mundiais, com quatro vitórias em seis combates.

A judoca, orientada pelo ex-olímpico João Neto, esteve acima do que mostra a sua posição na hierarquia mundial (20.ª), numa fase importante do calendário, com a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio2020 já no horizonte.

Catarina Costa entrou muito bem em Baku, com triunfos sobre a romena Monica Ungureanu (33.ª do mundo), a belga Anne Sophie Jura (22.ª) e a húngara Eva Csernoviczki (9.º).

A magiar era uma das candidatas ao título: medalha de bronze nos Jogos de Londres2012, atual vice-campeã europeia e duas vezes campeã europeia, que foi derrotada por ‘ippon’ pela portuguesa.

No combate decisivo no acesso às meias-finais, Catarina Costa já não conseguiu superar a mongol Munkhbat Urantsetseg, atual líder mundial nos -48 kg, caindo para a repescagem.

No trajeto para o bronze, a portuguesa voltou às vitórias, com a espanhola Julia Figueroa (23.ª), mas no combate pela medalha voltou a encontrar a ‘nata’ da categoria, a campeã olímpica, a argentina Paula Pareto. Depois de uma desvantagem de ‘waza-ari’, Catarina Costa caiu por ‘ippon’ a cerca de um minuto do final.

Na final, a ucraniana Daria Bilodid tornou-se, aos 17 anos, a mais jovem campeã mundial de sempre – femininos e masculinos – ao derrotar a japonesa Funa Tonaki.

Com 15 judocas portugueses nestes Mundiais, hoje estiveram também em ação nas categorias de abertura, as mais leves, Joana Diogo (-48 kg) e Gonçalo Mansinho (-60 kg), derrotados nos combates iniciais.

Na sexta-feira competem Joana Ramos e Mariana Esteves (nos -52 kg) e João Crisóstomo (-66 kg).

Telma Monteiro, medalha de bronze nos Jogos do Rio de Janeiro e a única judoca lusa em prova com medalhas em mundiais (quatro de prata e uma de bronze), apenas entra em ação no sábado.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    O desaparecimento do jornalista saudita fragiliza a relação dos EUA com uma ditadura que lhe tem sido útil a combater o Irão e a manter os preços do petróleo.

      Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

        Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.