Mamona sobe ao pódio, 49er disputam medalha e canoagem arranca

por Lusa
Patrícia Mamona segura a prata conquistada na pista Tiago Petinga-Lusa

Patrícia Mamona foi consagrada vice-campeã olímpica do triplo salto na última madrugada, esta segunda-feira os velejadores José Costa e Jorge Lima disputam a regata das medalhas em 49er, com Liliana Cá na final do disco e início da canoagem.

A saltadora portuguesa, de 32 anos, subiu ao segundo lugar do pódio às 2h08 em Lisboa, juntamente com a venezuelana Yulimar Rojas, que, com o recorde do mundo, juntou o título olímpico aos dois títulos mundiais, e com a espanhola Ana Peleteiro.

No domingo, Mamona conquistou a 26.ª medalha de Portugal em Jogos Olímpicos, a segunda em Tóquio2020, depois de o judoca Jorge Fonseca ter arrecadado o bronze na categoria de --100 kg.

Na vela, depois de fecharem a fase regular em sexto lugar, com 72 pontos, a 16 do pódio, os lusos disputam a prova decisiva, muito bem colocados para, pelo menos, conquistarem um diploma olímpico, para os oito primeiros classificados.

Costa e Lima entram em ação pelas 15:33 locais (07:33 em Lisboa), na `medal race` que sai de Enoshima, uma hora depois de Diogo Costa e Pedro Costa cumprirem a nona e 10.ª regatas, as últimas, no 470.

Os dois irmãos, vice-campeões mundiais, têm tarefa complicada para chegar à corrida decisiva, uma vez que seguem no 13.º lugar e já a uma distância considerável do 10.º, último apurado para a regata das medalhas.

A canoagem arranca logo pela manhã, às 09:37 locais (01:37 em Lisboa), com Joana Vasconcelos, e 09:51 (01:51), com Teresa Portela, em ação na qualificação do K1 200 metros, seguindo-se os quartos de final pelas 12:00 (04:00), num dia em que entra em ação Fernando Pimenta, no K1 1.000 metros, com qualificação às 10:37 (02:37) e quartos de final às 12:37 (04:37).

No Estádio Nacional, onde decorre o atletismo, o dia começa bem cedo, pelas 09:35 locais (01:35 em Lisboa), com Salomé Afonso, e 09:59 (01:59), com Marta Pen, nas eliminatórias dos 1.500 metros, além do regresso à pista de Lorène Bazolo, pelas 11:02 (03:02), na qualificação dos 200 metros, após ter sido eliminada na primeira ronda dos 100 metros.

Na sessão noturna, Bazolo poderá voltar caso se qualifique para as semifinais, aprazadas para as 19:25 locais (11:25 em Lisboa), ainda que o destaque seja a presença de Liliana Cá na final do lançamento do disco.

Na qualificação, em 31 de julho, conseguiu lançar para 62,85 metros, o que lhe valeu o oitavo lugar, e é a esse posto, pelo menos, que volta a apontar, procurando o melhor resultado luso de sempre no disco.

A lançadora natural do Barreiro, de 34 anos, estreia-se em Jogos Olímpicos e traz a 12.ª melhor marca mundial do ano, cifrada nos 66,40 metros.

- Segunda-feira, 02 de agosto:

HORA Local (Lisboa) ATL8ETA MODALIDADE/PROVA

========================================================================================================

09:35 (01:35) Salomé Afonso Atletismo - 1.500 metros (qualificação)

09:37 (01:37) Joana Vasconcelos Canoagem - K1 200 metros (qualificação)

09:51 (01:51) Teresa Portela Canoagem - K1 200 metros (qualificação)

09:59 (01:59) Marta Pen Atletismo - 1.500 metros (qualificação)

10:08 (02:08) Patrícia Mamona

Atletismo -- Triplo salto (cerimónia de pódio)

10:37 (02:37) Fernando Pimenta Canoagem - K1 1.000 metros (qualificação)

11:02 (03:02) Lorene Bazolo 200 metros (qualificação)

12:00 (04:00) Teresa Portela Canoagem - K1 200 metros (quartos de final) a)

12:00 (04:00) Joana Vasconcelos Canoagem - K1 200 metros (quartos de final) a)

12:37 (04:37) Fernando Pimenta Canoagem - K1 1.000 metros (quartos de final) a)

14:30 (06:30) Diogo Costa e Pedro Costa Vela - 470 (nona e 10.ª regatas)

15:33 (07:33) José Costa e Jorge Lima Vela - 49er (regata das medalhas)

19:25 (11:25) Lorene Bazolo 200 metros (semifinais) a)

20:00 (12:00) Liliana Cá Atletismo - lançamento do disco (final)

a) Caso se qualifique.

 

Tópicos
pub