Nós lá Fora

| Outras Modalidades
Nós lá Fora

Pedro Alvarez é treinador de andebol e vai cumprir a quarta época na Áustria.

Começou no andebol na escola em Almada, onde se realizava um torneio interescolas que detetava talentos para os clubes locais.
A licenciatura em Educação Física e mais tarde o mestrado em treino de alto redimento abriram-lhe o caminho da carreira de treinador.
Trabalhou para a Federação Portuguesa de Andebol como coordenador do Programa Nacional de Detecção de Talentos.
Em 2011 entrou na equipa técnica do Benfica e seguiu-se o Belenenses como treinador principal.
Logo no primeiro ano recebeu um convite para a Áustria. Recusou pelo compromisso que tinha assumido em reestruturar o andebol do clube de Belém.
No segundo ano perante a instabilidade que chegava devido a eleições no Belenenses aceitou a aventura austríaca, foi para o HSG Raiffeisen Bärnbach/Köflach.
A equipa estava perto da descida, terminou a um ponto do play-off.
Novo projeto, nova ambição, foi treinar HIB Handball Graz, hoje é responsável pelas equipas a partir dos sub-16 até à equipa sénior.
Na época passada venceu a Bundesliga da segunda divisão e foi campeão nacional em sub-18.
Defende um campeonato com as melhores equipas portuguesas e espanholas como se faz no centro da Europa.
Espera continuar a subir degrau a degrau na carreira de treinador e olha com ambição para a Alemanha, Eslovénia e mesmo Suíça.

A informação mais vista

+ Em Foco

A causa do incêndio do Pedrogão Grande terá sido uma linha elétrica de média tensão. Esta é uma das principais conclusões do relatório que o professor Xavier Viegas entregou ao Governo.

Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

    Mário Centeno também deixou no ar a ideia de que, na discussão da especialidade do OE2018, seja posto um ponto final nos cortes do subsídio de desemprego.

    Os governos espanhol e catalão além de estarem de costas voltadas entrincheiraram-se em narrativas de auto-justificação absolutamente incompatíveis entre si.