Alunos de escola de Viana do Alentejo faltam às aulas e pais concentram-se em protesto

por Lusa

Os alunos da Escola Básica de Aguiar, no concelho de Viana do Alentejo, distrito de Évora, faltaram hoje às aulas e os pais concentraram-se à porta do estabelecimento escolar contra a existência de apenas uma turma mista.

Em declarações à agência Lusa, Estela Pão-Mole, representante do grupo de pais, justificou o protesto com o facto de ter sido constituída "uma só turma, com um só docente, para os 18 alunos da escola, dos 6 aos 10 anos, do 1.º ao 4.º anos de escolaridade".

"Soubemos no início de julho da constituição de uma só turma com um só docente", contou, referindo que o grupo de pais pediu então à Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) que analisasse a situação e que está a aguardar uma resposta.

Estela Pão-Mole afirmou que os pais dos alunos querem que seja colocado "um novo professor" na escola para que seja possível juntar numa turma as crianças do 1.º e do 2.º anos e noutra as do 3.º e do 4.º anos.

"No ano passado, a situação no início do ano letivo era igual" e, após protestos, "foi colocado um segundo professor", lembrou, assinalando que os alunos da escola de Aguiar acabaram por ser os que "tiveram melhor aproveitamento escolar" ao nível do concelho de Viana do Alentejo.

A representante dos pais frisou que, em protesto, o grupo quis fechar a cadeado o portão da escola, indicando que "a GNR já estava alertada" e que os militares estavam esta manhã junto ao estabelecimento escolar.

"Mantemo-nos à porta da escola", afirmou.

As crianças, acrescentou, "não vão às aulas" até que haja "uma resposta positiva" ao pedido de colocação de um segundo professor.

Tópicos