Atividade sísmica nos Açores continua com tendência decrescente

| País

|

A atividade sísmica na parte central da ilha de São Miguel mantém-se acima dos valores de referência, embora mostrando nas últimas horas uma tendência decrescente, anunciou hoje o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA).

Em comunicado, o SRPCBA refere que, segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores, "nas últimas horas" se tem vindo a evidenciar uma tendência decrescente, apesar de a atividade sísmica continuar "acima dos valores de referência".

"Desde as 23h47 de domingo foram registadas várias centenas de microssismos com epicentro entre as lagoas do Fogo e das Furnas, na sua maioria de magnitude inferior a 3 na escala de Richter", explica o documento.

O SRPCBA salienta que foram sentidos, até ao momento, 29 eventos, o mais forte dos quais ocorreu às 06h18, com magnitude 3,1 na escala de Richter, que foi sentido com intensidade máxima de V na escala de Mercalli Modificada.

"O último evento sentido foi registado às 13h02, com magnitude 2,0 na escala de Richter, e intensidade III na escala de Mercalli Modificada em Ponta Garça", acrescenta.

Tem sido na faixa entre Água de Pau e Povoação, a sul, e Rabo de Peixe e Fenais da Ajuda, a norte, que os eventos se têm feito sentir, sem registo de vitimas ou danos materiais reportados.

O SRPCBA informa que vai continuar a acompanhar a situação.

 

Tópicos:

Mercalli Modificada, Pau, Ponta Delgada, Rabo Peixe,

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.