Aumenta para 27 as aldeias evacuadas em Góis

| País

O número de aldeias hoje evacuadas em Góis, no distrito de Coimbra, devido ao incêndio que lavra desde sábado no concelho, aumentou de 18 para 27, disse o secretário de Estado da Administração Interna.

O governante Jorge Gomes falava aos jornalistas no posto de comando instalado na Selada do Braçal, junto à Estrada Nacional 112, que dá acesso à Pampilhosa da Serra, onde informou que as pessoas evacuadas estão a ser acolhidas no quartel de bombeiros de Góis.

De acordo com o secretário de Estado da Administração Interna, o combate às chamas em Góis já conta com mil operacionais no terreno.

"Neste momento o que importa é a proteção das pessoas e é nisso que estamos a trabalhar. Pedimos às pessoas que não saiam das suas residências, pois a GNR está a efetuar um trabalho de muita proximidade com a população", acrescentou.

O incêndio que lavra desde sábado em Góis aumentou de extensão nas últimas horas devido às constantes mudanças de vento e são esperados mais reforços nas próximas horas.

 

 

Tópicos:

Estrada, Góis Góis, Incêndios Aumenta, Pampilhosa, Selada,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.