Bebé de dois anos retirada à força à mãe para ser entregue ao pai

| País
Bebé de dois anos retirada à força à mãe para ser entregue ao pai

A ver: Bebé de dois anos retirada à força à mãe para ser entregue ao pai

Uma bebé de dois anos foi retirada à força pela GNR enquanto estava a ser amamentada.

A mãe descreve que cinco militares da Guarda a prenderam à cama e levaram-lhe a filha para a entregarem ao pai.

A GNR assegura que a retirada aconteceu sem incidentes, mas o certo é que o despacho do juíz do tribunal de família e menores do Barreiro dizia expressamente que a Guarda poderia recorrer à força.

O caso torna-se ainda mais chocante pela desproporcionalidade da decisão face aos factos descritos no despacho que deu origem à alteração da guarda provisória da criança.

A mãe mudou de morada e agora só pode ver a filha de 15 em 15 dias, pelo que - contra pareceres médicos - fica proibida de a continuar a amamentar.

A informação mais vista

+ Em Foco

Veja ou reveja a primeira entrevista de Rui Rio depois de ter sido eleito presidente do PSD.

Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

    Em entrevista ao programa Visão Global da Antena 1, o ministro dos Negócios Estrangeiros reforça o apoio ao diálogo político na Venezuela e falou sobre as relações entre Portugal e Angola.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.