Catarina Martins acusa a banca de "assalto ao país" e mostra-se indignada com o banco público

| Legislativas 2019
Catarina Martins acusa a banca de assalto ao país e mostra-se indignada com o banco público

A ver: Catarina Martins acusa a banca de "assalto ao país" e mostra-se indignada com o banco público

Catarina Martins está indignada com o que diz ser o "assalto dos bancos ao país" e inclui na lista o banco público. Em Beja, a coordenadora do Bloco de Esquerda acusou a Caixa Geral de Depósitos de aplicar as piores práticas dos bancos privados.

Catarina Martins diz que há contas para acertar. Uma delas é com a banca, e em especial com o banco público.

Depois da multa por cartel aplicada pela Autoridade da Concorrência a quatro bancos, incluindo a Caixa Geral de Depósitos, Catarina Martins diz que quando está tudo errado é preciso mudar as regras.

Exige uma supervisão nova e forte e um banco público a trabalhar para a economia com critérios claros. A líder do Bloco diz que só desta forma não faltará dinheiro no que é necessário.

Quanto aos últimos quatro anos, Catarina Martins vê no PCP um aliado e não um rival.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.