Condições naturais de exceção justificam fogo de Monchique

| País
Condições naturais de exceção justificam fogo de Monchique

A dimensão do incêndio de Monchique deve-se às condições meteorológicas excecionais. É o que diz o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

Questionado na última noite na estação de televisão TVI sobre se houve um falhanço na estratégia de combate ao incêndio, o ministro da Administração Interna respondeu com as condições excecionais que se viveram na serra algarvia.

Eduardo Cabrita prometeu para depois do fim do incêndio, uma avaliação conjunta dos prejuízos com os municípios afetados, em articulação com vários ministérios.

O ministro da Administração Interna falou ainda do trabalho do comandante distrital da proteção civil de Faro, Eduardo Cabrita saiu em defesa de Vítor Vaz Pinto.



Eduardo Cabrita referiu ainda que a passagem das operações para o comando nacional da Proteção Civil se deveu à dimensão e duração do incêndio.

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.