Conselho de Administração da Casa da Imprensa reeleito para um terceiro mandato

| País

O atual Conselho de Administração da associação mutualista Casa da Imprensa foi hoje reeleito para um terceiro mandato, ao ter recolhido 318 votos favoráveis, indicou à Lusa o presidente do Conselho de Administração reeleito.

No escrutínio de hoje estavam em jogo duas votações relacionadas com os órgãos sociais desta associação mutualista para o triénio 2018-2020.

A votação para eleger a composição do Conselho de Administração, da Mesa da Assembleia-geral e do Conselho Fiscal da Casa da Imprensa contou apenas com a participação da Lista B, apresentada pelo Conselho de Administração cessante.

Nesta votação, a Lista B conseguiu 318 votos. Foram ainda contabilizados 52 votos brancos e quatro nulos.

No total, 374 associados, num universo de 1.700 inscritos, votaram, segundo precisou Goulart Machado, que acrescentou que, em comparação com as anteriores eleições (realizadas em 2015), verificou-se a participação de mais 100 associados.

"É a maior votação que uma lista teve para os órgãos sociais", referiu Goulart Machado, que irá cumprir um terceiro mandato como presidente do Conselho de Administração da Casa da Imprensa, que será também o último, em conformidade com os estatutos da associação mutualista.

A outra votação foi para eleger 12 dos 23 lugares que compõem o Conselho-Geral da associação mutualista.

Esta votação contou com a participação de 391 associados e foi disputada por duas listas: Lista A, que recolheu 182 votos, e a Lista B, que conseguiu 206 votos.

Uma vez que para este órgão a eleição é por Método de Hondt, foram atribuídos seis mandatos a cada uma das listas.

A composição final do Conselho Geral fica agora composta por 17 lugares para a Lista B e seis lugares para a Lista A.

Tópicos:

Goulart, Método,

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma semana após a extinção do incêndio de Monchique, a televisão pública esteve no barlavento algarvio com uma emissão especial sobre o cíclico flagelo dos incêndios e as alterações climáticas.

    Fãs de Aretha Franklin homenagearam a icónica cantora norte-americana em várias cidades dos Estados Unidos. A rainha da Soul morreu na manhã de quinta-feira na sua casa em Detroit.

      Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

        Há uma nova rota turística pela cidade de Lisboa, baseada em memórias de lisboetas mais antigos. São beneficiários da Associação Mais Proximidade Melhor Vida.