Conselho de Finanças Públicas confirma défice de 3%

| País
Conselho de Finanças Públicas confirma défice de 3%

Foto: Reuters

O conselho de Finanças Públicas conclui, num relatório, que mais de dois terços do valor do défice orçamental de 2017, que se fixou, segundo o INE nos 3%, se deve à injeção de capital no banco público. O que não constava das previsões iniciais do Ministério das Finanças.

O valor poderia ter sido bem menor, diz o relatório, não fosse o impacto da recapitalização da Caixa Geral de Depositos.

Este relatório da entidade presidida por Teodora Cardoso também conclui que, em matéria de cativações, Mário Centeno está ao nível dos antecessores: Vítor Gaspar e Maria Luís Albuquerque.

A informação mais vista

+ Em Foco

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Rosa Luxemburgo, "uma das melhores cabeças do socialismo internacional", foi assassinada há 100 anos.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.