Contratação de técnicos de emergência médica pré-hospitalar abre guerra no INEM

| País
Contratação de técnicos de emergência médica pré-hospitalar abre guerra no INEM

A ver: Contratação de técnicos de emergência médica pré-hospitalar abre guerra no INEM

O INEM gastou mais em meios aéreos, mas continua com os mesmos médicos e enfermeiros. Contratou apenas técnicos de emergência médica pré-hospitalar, uma nova classe profissional dentro da função pública que abriu uma guerra interna na instituição.

Há 100 recém-contratados que estão a receber ordenado do Estado, mas que não terminaram sequer a formação porque alguns módulos estão parados.

A Ordem dos Enfermeiros proibiu os profissionais de darem este curso que foi, no entanto, aprovado pela Ordem dos Médicos.

Entretanto, o INEM está a ser investigado pelo Ministério Público pela alegada negligência na tragédia de Pedrogão Grande e os problemas no socorro mantêm-se, como o Sexta às 9 confirmou no terreno.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.