Crianças que vivem perto de fast-food com maior risco de obesidade

por Antena 1

Foto: Reuters

Um estudo do Instituto de Saúde Pública, da Universidade do Porto, revela que as crianças que vivem perto de restaurantes de fast-food têm um risco 30 por cento mais elevado de serem obesas.

Num período em que três em cada dez crianças portuguesas têm excesso de peso ou obesidade, os investigadores acompanharam a evolução de mais de cinco mil crianças, da Área Metropolitana do Porto.

A investigadora Ana Isabel Ribeiro, primeira autora do estudo, confirma à Antena 1 estes resultados preocupantes e diz que são necessárias políticas públicas que tenham em consideração esta ligação entre o meio ambiente e a obesidade nas crianças.
pub